Relação de Cenários

13/02/06

Relação de cenários de Bee até então

Cenários marcados com * não possuem ainda documentação alguma escrita.

Kyriam (antes conhecido como FantaZia)

Cenário de fantasia medieval onde qualquer um pode aprender magia com estudo. Possui boa variação de Raças base.

Kyriam é o cenário padrão para testes e afinidade com as regras básicas. Dá para “sair jogando” sem precisar se preocupar com o cenário em si. É só ter bom senso com relação ao período (medieval) e criaturas fantásticas. Embora seja fácil criar qualquer bicho quando se domina o sistema de regras.

Sombras Perturbantes

Cenário moderno com uma distinção muito clara entre bem e mal. Um mundo que não possui luz de dia e onde certos personagens, os Escolhidos, são grandes usuários de magia e podem alternar entre o plano físico e o espiritual.

O cenário mais popular quando passo essa lista dentre os jogadores. “Querem jogar o que? – O que tem aí chefe? Tem esses. – Ok, vamos jogar Sombras Perturbantes”. Só não chega a ser unânime porque existe Kyriam. Escolhidos, em prática, são aventureiros com dupla identidade que podem conjurar magia e meter bala. Ah, também podem alternar planos e, algumas vezes, alternar entre dimensões. Eu basicamente misturei Dark City com Soul Reaver.

*Guerreiros Fera

Determinados humanos são treinados desde a infância para se tornarem lutadores incrivelmente poderosos, cujas habilidades mais fracas são muito superiores às habilidades mais fortes de lutadores normais. Seus mestres possuem a forma de um animal e as técnicas que ensinam lembram os movimentos dos mesmos.

Basicamente Saint Seiya sem as armaduras e constelações. Um dos meus cenários favoritos e NUNCA consegui, até agora, jogar ou narrar essa praga. Esse é outro cenário que simplesmente dá pra sair jogando sem regras específicas. Porém, ano passado, inventei uma regra nova de “links” de relacionamento. Funciona assim: quanto mais amigos e parentes o personagem tem, com um bom relacionamento, mais forte e poderoso fica, principalmente numa situação crítica. Fora isso, imaginei vários personagens, golpes, histórias e escrevi NADA ainda. Talvez seja esse o problema.

*Reviver

Quando robôs começam a atacar humanos aparentemente sem motivo, uma força especial chamada “PS-15” é chamada para investigar e tirar de funcionamento os robôs envolvidos. O nome do cenário se deve ao fato de que os membros do PS-15 recebem implantes cibernéticos (devido a algum tipo de invalidez) e vida nova quando entram para a força. É um cenário semi-futurista.

Sinceramente não tenho grandes esperanças para com esse cenário. A premissa é bem simples e eu teria que adaptar pouquíssimas regras, como funcionamento de membros cibernéticos. Não tem magia, é só tecnologia e balas. Talvez se eu adaptasse o atributo Bravura para fazer o personagem fazer uma manobra altamente heroica, sei lá.

Sim, talvez dê para usar esse cenário e sempre tem alguém disposto a jogar esse tipo de coisa. Eu gostaria, é claro, se não eu não teria escrito. Mas acho que esse cenário eu prefiro narrar.

Awake

A Terra entra em cataclismo quando seres mortais começam a aniquilar a população nos quatro cantos do mundo. Umas poucas pessoas despertam para a nova realidade apocalíptica como seres capazes de resistir intensamente a um elemento em questão e assumir formas assustadoras mas eficientes. O cenário pode ser jogado em duas épocas: na época I a Terra está começando a ser destruída, as forças militares de todo o planeta guerreiam com as criaturas e os Despertos são pouquíssimos. Na época II o planeta é desértico, os humanos se refugiam e vivem como podem e o número de Despertos é muito maior, assim como o de monstros.

Awake, ah, Awake. Cenário complicadíssimo de se narrar. Eu já narrei umas duas ou três sessões de jogo. O resultado final vale a pena. Nesse cenário eu meio que forçava o uso da regra opcional Realismo para meter medo nos jogadores. Porque, ora bolas, é um cenário apocalíptico! TEU PERSONAGEM PODE MORRER A QUALQUER MOMENTO!

Enfim, os PJs de Awake são seres elementais. O que significa que o jogador escolhe uma ramificação dentre os 6 elementos básicos de BeE (ar, água, fogo, terra, luz e trevas) e o PJ só poderá aprender as mágicas relacionadas a ele. Embora eu tenha escrito mais de 24 páginas sobre Awake, eu não fiz a maldita relação de ramificações. Mas putz, um PJ de Trevas não pode aprender Fogo, nem Cura, por exemplo.

Para este cenário eu criei o sistema de Pacotes. Cada Pacote funciona como se fosse uma classe ou profissão que pode conceder poderes, habilidades ou melhora certos atributos.

Uma das coisas mais legais são as transformações. Porque em Awake, Bravura é usado para se transformar, nada de super ataques. Ao todo são cinco formas diferentes e uma é evolução da outra, logo, a primeira forma não pode ser acessada se o PJ já “destravou” o uso da quinta.

*Véu das Sombras (também conhecido como Sombras Perturbantes II)

Algumas pessoas (ou seus antepassados) na Terra quando entram em muito contato com espíritos que ficam presos na Terra, adquirem poderes capazes de ajudá-los ou destruí-los se for preciso. Estes são os Escolhidos e aqui eles vivem na Terra e não em Terobi. Podem alternar entre planos quando bem entendem. Suas magias são mais poderosas mas podem portar armas e nem são tão habilidosos. Sua verdadeira luta é contra as almas que ainda habitam a Terra, seja ajudando, seja destruindo. É um cenário mais voltado para o gênero Terror.

Para este cenário criei o atributo Medo que incapacita personagens quando está num nível elevado. Amo este cenário, sério mesmo. Mas estou com problemas entre as classes de personagem que são três: Guerreiro, Mago e Espadachim. Meu problema está em dar os poderes distintos delas sobre troca de planos, ou não. Sim porque posso simplesmente resolver que cada classe troca de plano de forma igual, embora não seja a ideia inicial.

Tenho muitas ideias e pouca documentação sobre este. Pretendo corrigir isso no futuro.

*Legends: Machi no Samurai (Urban Samurai)

Nada de magia, só incríveis e loucas lutas de espadas nos tempos modernos. É um cenário ligeiramente complexo se comparado aos outros. Os espadachins são normalmente tão habilidosos que aparam balas com espadas e cortam postes de luz em cima dos outros. A antiga honra dos samurais está presente assim como os ronins.

Sim é só luta de espada com temática de intriga política e máfia. E qual é a graça? Pombas, eu pensei numa regrinha meio doida que tornaria os duelos mais estratégicos e menos baseados em sorte. A regrinha em si tava ficando meio complicada DEMAIS e por isso acabei não escrevendo. 😦

Interior Encantado

Tido como o passado medieval de Terobi, o mundo de Interior Encantado mistura povoados com fantasia. O principal do cenário é que para se fazer magia é preciso colocar pedras mágicas em armas que são quase que como mascotes dos personagens: elas evoluem e podem ganhar mais poderes.

As armas ganham vida e evoluem. PJs podem carregar mais de uma arma encantada. Foi, sem brincadeira, o primeiro cenário sobre o qual escrevi. Achei folhas de caderno velhas aqui em casa da época do ensino médio que cursei entre 1999 e 2001.

*Timed Chaos

O tempo e sua alteração é o foco deste cenário. Existem duas Raças de humanos com poderes sobrenaturais: os Timebrakers que marcam uma região no tempo para depois alterá-la e os Watchers que com sua percepção sobrenatural sentem toda e qualquer mudança que quiserem sem perderem a memória de como tudo era antes. O cenário leva em conta alguns conceitos relevantes da Teoria do Caos, logo, uma pequena mudança no passado pode significar uma modificação grande no presente. As armas que qualquer uma das duas Raças têm são as mesmas desde a criação do personagem mas podem sofrer “upgrades”.

Já assistiu a Efeito Borboleta? Acho um excelente estudo sobre Teoria do Caos. Mas só o primeiro filme. Já testei este cenário, mesmo os PJs não tendo acesso às armas sinistronas, e gostei muito do resultado. As possibilidades são infinitas. Apesar da descrição acima, eu vou fundir as duas raças/classes porque vi que não tem necessidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s